menu lateral
  O MAC Encontra os Artistas / 2013 - 2º semestre

Luiz Sôlha

“Faço escultura, desenho, gravura, instalação, fotografia, mas a pintura marca muito enfaticamente minha trajetória, e sobre ela falarei mais. Desde garoto, aos dez anos, quando ilustrava em forma de gibi em quadrinhos as aulas de catecismo que o padre local me pagava uns trocados para fazer, eu abracei a arte como profissão. A primeira tinta a óleo ganhei da Tia Leonor, aos nove anos, e foi assim que comecei minha pesquisa com as descobertas e os erros, experimentando sozinho mas acompanhado por mestres antigos, a figura e o fundo, o valor da imagem, o esfumato observando Leonardo, as proporções com Michelângelo, o olhar com Van Gogh e outros mestres, o ver, o enxergar, as dimensões e seu apelo, o não aos contornos definidos, as cores e suas linguagens, o desenvolvimento de uma técnica do pincel seco, os focos e os desfocamentos, porque fiz da fotografia o modelo, o meio e o fim para minha pintura. Fotografia é luz, eu a persigo e também me deixo surpreender por esta luz que incide sobre todas as coisas e pessoas, esta criadora de atmosferas me envolve e encanta, convidando a pintar, captar o momento fugidio, aquele que no próximo segundo, após o clic, não é mais. Assim, percebo, a impermanência tem sido o assunto interno em meu trabalho, no decorrer destes anos todos. E pintando, o pensamento me trás sempre a imensidão do mar, que sabemos estar lá mesmo que não o vejamos daqui.”

Saiba mais
http://www.luizsolha.com.br/

Assista o vídeo

 

Localização

Contato


Crédito | Conteúdo