menu lateral

O CORPO COMO PÉROLA
Luciano Carmo de Oliveira

7 de junho a 1 de julho/ 2012
Orientador: Prof. Dr. Hugo Fortes (ECA USP)

A exposição apresenta 15 trabalhos, entre objetos e fotografias, desenvolvidos entre 2007 e 2010. Luciano trata o corpo como documento da existência humana no tempo. Em constante processo de construção, o corpo se constrói a partir das experiências cotidianas, seguindo as etapas do ciclo da vida. “Além disso, o corpo é o suporte para a nossa alma. É o que nos faz sentir, conhecer o mundo e as coisas que nos rodeiam. É o que nos faz sentir vivos nas mais diferentes sensações e possibilidades expressivas”, lembra Luciano.

A pérola surge como um elemento estético ligado às memórias do artista. “Tem sido um objeto investigativo na minha poética”, diz Luciano. Assim, corpo e pérola se afinam como dois elementos que ocupam seus lugares na natureza, cada um com sua densidade, mas que se unem corporificando as experiências e memórias, da dor, da afetividade e dos desejos.

Galeria

Localização

Contato


Crédito | Conteúdo