menu lateral

Oguatá Porã
Bruno Schultze

13 de novembo a 2 de dezembro / 2012
Orientador: Prof. Dr. Mario Celso Ramiro (ECA USP)

As fotografias de Bruno Schultze interpretam poeticamente a cosmologia dos índios Guarani. O nome da exposição - Caminhada Perfeita - remete a um caminhar de acordo com as influências que regem a existência desse povo, uma trilha em tempo singular. Esse jeito Guarani de se relacionar com o mundo entrelaça o palpável com o invisível. Os ciclos da natureza, interação dos planos cósmicos paralelos e as sensações físicas do contato com a selva são aspectos que revelam um mundo dinâmico, permeado pelo incerto. O bruto e o sutil ao mesmo tempo, o tempo próprio dos Guaranis.

As fotografias da exposição expressam o hiato estendido ao qual estamos sujeitos quando vivemos situações em plenitude. Seja ao vislumbrar um retrato cujo olhar nos prende e dialoga conosco, seja nas fotografias de paisagem com longa exposição. "O tempo que se impõe é agente do fantástico. Oferece a vacilação entre o que é real e o que é sobrenatural, espaço para se desdobrar", diz Bruno.

Galeria

Localização

Contato


Crédito | Conteúdo