Clique para ampliar

Composição com Triângulo Proporcional, 1953

Alexandre Wollner fazia design moderno em suas obras. Influenciado pelas teorias de gestalt visual, construiu a obra com uma economia de formas e cores, com a finalidade de que a imagem da obra atingisse rapidamente o espectador.

Assim, o artista utilizou formas geométricas elementares, como o triângulo, que se confronta com outras formas semelhantes, gerando uma ilusão de movimento.

As cores são sóbrias, pois não podem atrapalhar a leitura das formas: são o cinza, o branco e o preto.

A obra foi premiada na II Bienal Internacional de São Paulo, e é também inovadora quanto ao uso de materiais industriais, como o esmalte sintético e o aglomerado de madeira.

Tatiana Rysevas Guerra
[bolsista]
Profa. Dra. Daisy V. M. Peccinini de Alvarado
[coordenadora do projeto]