Clique para ampliar. Referência: GONÇALVES, Lisbeth Rebollo (org.). Tendências Construtivas no Acervo do MAC/USP: construção, medida e proporção. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1996. p. 41

Espaço Virtual , 1960

A obra é um exercício para os nossos olhares. Com figuras geométricas e economia de cores, Judith Lauand, segundo a teoria da gestalt visual, nos chama a atenção para a dinâmica criada com tão poucos elementos.

Dispõe seis polígonos em relação com seis triângulos que, juntos, formam um hexágono. Desta simples interação, surge em nossos olhos uma dinâmica circular.

A artista sempre acreditou nas relações visuais que se dão entre espectador e obra, que ela proporciona por meio dos elementos inseridos com planejamento.

Tatiana Rysevas Guerra
[bolsista]
Profa. Dra. Daisy V. M. Peccinini de Alvarado
[coordenadora do projeto]