O termo designa as correntes artísticas do final do século XIX e da primeira metade do século XX, que rejeitaram a tradição clássica para manifestar uma sensibilidade ancorada nas modificações produzidas pela Revolução Industrial e no desenvolvimento do meio urbano.

Na primeira década do nosso século surgem as Vanguardas. O Modernismo no Brasil é tardio, datando dos anos 20.