1893, Barcelona, Espanha 
1983, Maiorca, Espanha

 
Joan Miró, pintor, escultor e gravador, foi um criador de formas, figuras coloridas, imaginárias, que o identificam por um léxico próprio composto por manchas, pontos e linhas carregados de um intenso cromatismo que acompanha toda a sua obra.

Embora nascido em Barcelona, foi em Maiorca, com paisagens diferentes das de sua cidade natal, que descobriu o cromatismo intenso do céu e do mar, muitas vezes presente em sua trajetória artística. A sua formação deu-se primeiro na Escola de Comércio de Barcelona, depois na Escola de Arte Francese Gali e na Academia do Círculo Sant Lue. Posteriormente, viagens a Paris e visitas ao museu do Louvre complementaram o seu aprendizado, definindo de maneira crucial o rumo de sua arte no contexto das vanguardas da época. 

Em Paris, a arte de Miró emergiu com o movimento surrealista, quando pintava Carnaval de Arlequim - pintura que refletia com exatidão o pensamento de André Breton, líder do movimento, expresso em seu Manifesto Surrealista de 1924. No ambiente parisiense pairava o espírito moderno e revolucionário das vanguardas históricas. A visualidade de Miró integra-se nesse contexto como reflexo dessas correntes artísticas: o clima anedótico do Dada e o caráter onírico do Surrealismo. 

 

OBRAS NO ACERVO DO MAC
 
HOME
MAPEAMENTO MÓDULO I - SURREALISMO
MENU EXPRESSIONISMO - MENU CONSTRUTIVISMO - MENU ABSTRACIONISMO