Dentro do clima da arte figurativa, entre as duas guerras mundiais, a terceira onda do Expressionismo Alemão concretiza-se com o grupo Nova Objetividade / Neue Sachlichkeit. O nome foi cunhado, em 1923, por Felix Hartlaub, diretor da Kunsthalle de Mannheim. A situação da Alemanha após a Primeira Guerra deu à sua arte tons políticos mais acentuados que o das primeiras ondas do Expressionismo. Entrou em confronto com a maré política favorável à centralização e fortalecimento do poder do Estado, prenunciadora do Nazismo. Seria este o elemento devastador do movimento. Com a ascensão de Hitler ao poder em 1933, houve a conseqüente queima das obras e a dispersão de seus artistas. A exposição em Berlim que fundou o grupo, no ano de 1923, pretendia apresentar trabalhos de artistas interessados pela crítica do cotidiano, do banal e, acima de tudo, da situação política da Alemanha no entre-guerras. Otto Dix, George Grosz, Max Beckman e George Scholz foram os principais artistas do grupo. Apesar de variações entre seus trabalhos, queriam apresentar uma imagem crua da sociedade alemã depois da guerra de 1914.

D.P.A.
M.M. 

HOME
MAPEAMENTO MÓDULO I - EXPRESSIONISMO ALEMÃO
MENU EXPRESSIONISMO - MENU CONSTRUTIVISMO - MENU ABSTRACIONISMO