O Expressionismo foi um fenômeno hegemônico cultural na Alemanha, presente nas artes gráficas, na pintura, na escultura, na literatura, no teatro, na música, na dança e no cinema, assumindo formas mais radicais, onde a expressão do sentimento tem mais valor que a razão. 

O Expressionismo na Alemanha tornou-se base para o entendimento do temperamento do homem nórdico. Iniciou-se como um movimento de revolta contra o Impressionismo acadêmico, sendo por oposição, uma extensão deste. Incluía: A Ponte/Die Brücke, O Cavaleiro Azul/Der Blaue Reiter, o círculo de A Tempestade/Der Sturm, Grupo Novembro/ November Gruppe e a Nova Objetividade/Neue Sachlichkeit sendo representado ainda pela figura isolada de Käthe Kollwitz.

Tinha como características marcantes os ângulos acentuados, de contornos sombrios e as cores contrastantes - puras e ácidas - verdes, vermelhos, amarelos e negro. Expressava não o fato em sí, mas o sentimento do artista em relação a este, logo, uma visualidade subjetiva, mórbida e dramática.

EXPRESSIONISMO
HOME

MENU EXPRESSIONISMO - MENU CONSTRUTIVISMO - MENU ABSTRACIONISMO