Formado em Berlim, por Pechstein, seu principal articulador, Cesar Domela, Karl Schmidt-Rottluff, Jef Golyscheff e elementos da A Ponte/Die Brücke, o Grupo de Novembro/Novembergruppe aspirava a união de todos os artistas alemães e de fato reuniu, expressionistas, cubistas e futuristas, sendo um grupo artístico com propostas também políticas. Seu primeiro manifesto de 1918, estabeleceu que: "o futuro da arte e a seriedade do presente compele-nos, revolucionários de espírito, para uma unidade e concordância". Embora o refrão do grupo fosse "Liberdade, Igualdade, Fraternidade", seu programa não constituiu uma ação politicamente relevante.
Alguns de seus membros pertenceram ao Conselho Berlinense de Trabalhadores da Arte e outros formaram a Bauhaus, em 1919.
O Grupo de Novembro/Novembergruppe degenerou para um grupo de pressão e artistas politicamente engajados formaram novos grupos, tais como o Kommune, o Bund Revolutionarer Kunstler (Liga dos Artistas Revolucionários) e, em 1924, o Rote Gruppe (Grupo Vermelho), uma associação de artistas comunistas liderados por George Grosz.



 
HOME
MAPEAMENTO MÓDULO I - EXPRESSIONISMO ALEMÃO
MENU EXPRESSIONISMO - MENU CONSTRUTIVISMO - MENU ABSTRACIONISMO