1884, Alemanha 
1976, Berlim, Alemanha
rottluff.jpg (10226 bytes) O introvertido e reservado Karl Schmidt-Rottluff foi um dos fundadores do grupo
A Ponte/Die Brücke, primeiro grupo da vanguarda expressionista alemã, que receberia esse nome por sugestão sua.
Começou seus estudos de arquitetura no verão de 1905, em Dresden. Ali reatou amizade com um amigo de colégio, Erich Heckel, e através dele conheceu Kirchner. 
Formou-se, nesse mesmo ano, o núcleo dos fundadores do A Ponte/Die Brücke. Nesse momento, Schmidt resolveu acrescentar ao seu nome o de sua cidade natal. Em 1912, o artista mudou sua figuração devido ao contato com o Cubismo, que influenciaria sua obra, através de uma exposição em Colônia. 
Expressionismo Alemão - Catálogo de Exposição Centro Atlantico de Arte Moderno 1995  pg. 172 
Gabiernos de Canárias
Karl Schimdt Rottluff, c.1971
Foi convocado em 1915 pelo exército alemão para combater na I Grande Guerra.
Em 1916, participa como elemento ativo na fundação e vigência do Grupo Novembro/November Gruppe de Berlim. 
Dessa época até 1918, Schmidt-Rottluff quase não trabalhou com pintura, limitando-se a desenhos, gravuras e esculturas em madeira, consideradas artes populares segundo seu ideal socialista. Com o final da guerra, o artista fez várias viagens pela Europa. Visitando Paris em 1924, modificações sensíveis podem ser encontradas em sua obra, sendo a principal delas o abandono das formas planares pela introdução da perspectiva e da gradação de cores.
Obra.JPG (9271 bytes)
Expressionism - Movements
of a Modern Art
Frank Whitford
p.116 fig.132
Karl Schimdt Rottluff,
Autoretrato, 1913
Xilogravura
Em 1946, foi nomeado filho predileto da cidade de Chemnitz e, no ano seguinte, assumiu uma cátedra na Escola Superior de Artes Plásticas de Berlim. 
 
 
OBRAS NA COLEÇÃO DO MAC
HOME
MAPEAMENTO MÓDULO I - EXPRESSIONISMO ALEMÃO - A PONTE
MENU EXPRESSIONISMO - MENU CONSTRUTIVISMO - MENU ABSTRACIONISMO