Dufy.gif (2131 bytes)
1877, Le Havre, França -
1953, Folcaquier, França
Raoul Dufy
Foundation Pierre Gianadda, 1997 - Suisse
Raoul Dufy em seu atelier - pg. 10
Raoul Dufy "o pintor das cores alegres", participou do terceiro grupo fauvista, o da cidade de Havre, junto com Friesz e Georges Braque. 
Nessa cidade, iniciou seus estudos, em 1892, na Escola Municipal de Belas Artes. 
Bolsista patrocinado pelo município, mudou-se para Paris em 1900, onde descobriria os impressionistas.
Dufy pertenceu a uma época de transição, em que o Impressionismo dava lugar ao Fauvismo e ao Cubismo.
Em 1905 juntou-se a Henri Matisse, cuja obra o marcaria profundamente, e aos demais coloristas fauves. No início dos anos 20, fez litogravuras, trabalhos em cerâmica e em 1925 executou catorze tapeçarias para uma mostra de decoração. Por volta de 1926, iniciou uma série de aquarelas, em que a forma passa a ser independente da cor, uma das características mais marcantes de sua pintura. Suas cores são quentes e sua temática é alegre. 

Nos anos 50 viajou aos Estados Unidos, produzindo cenários para o teatro. Dois anos depois recebeu o grande prêmio internacional de pintura na XXVI Bienal de Veneza.
Dufy absorveu de Cézanne e do Cubismo o princípio da construtividade da cor, mas, de modo diverso, utilizou-a de forma empírica não-racional, para trazer à pintura uma natureza vibrante, mutável, pouco densa, traduzida por pinceladas curtas - uma sinalética ondulante, como ondas de freqüência da eletricidade.

 
OBRAS NA COLEÇÃO DO MAC
HOME
MAPEAMENTO MÓDULO I - FAUVISMO
MENU EXPRESSIONISMO - MENU CONSTRUTIVISMO - MENU ABSTRACIONISMO