1881 - Argentan, Orne, França 
1955 - Gif-Sur-Yvette, Seine-et-Oise, França
 

O VASO AZUL, 1948
ÓLEO S/ TELA 73.3 x 92.4 cm
DOAÇÃO YOLANDA PENTEADO E FRANCISCO MATARAZZO SOBRINHO
Nessa obra, as formas curvilíneas e tubulares preenchem-se de cores contrastantes, compondo figuras representadas sem profundidade de campo, o que se acentua pelo claro-escuro denso e também contrastante. Dividida entre a figuração e a abstração, e trazendo do Cubismo sua organização no plano, ela data do período em que Léger opta por uma temática mais alegre, herança de sua estada nos EUA; por outro lado, pouco tempo a separa da guerra. Marcada por forte e nítida simbologia, nela as pombas brancas contrastam com a forma abstrata e orgânica em vermelho vivo, a tomar quase por inteiro a paisagem.

A composição em superfície cria uma atmosfera onírica que remete a uma visão surrealista.

 
COMPOSIÇÃO, 1936
GUACHE S/ PAPEL; 49.0 x 33.3 cm
DOAÇÃO MAM-SP
COMPOSIÇÃO, 1938
GUACHE S/ PAPEL; 55.6 x 45.3 cm

DOAÇÃO MAM-SP 

 
Fernand Léger