1884 - Livorno, Itália

1920 - Paris, França

 

AUTO-RETRATO, 1919
ÓLEO S/ TELA, 100,0 x 64,5 cm

DOAÇÃO YOLANDA PENTEADO E FRANCISCO MATARAZZO SOBRINHO

Na pintura prevalecem os tons de amarelo harmonizando-se com os marrons e cinzas azulados. A composição do auto retrato se dá com a apresentação da figura em três quartos de plano (não é frontal e nem de perfil) o artista trabalha com linhas sinuosas, alongando a figura, de forma elegante, estabelecendo contrapontos de curvas, por exemplo entre o arco descrito pela inclinação da cabeça correspondente a curva do braço que repousa sobre o joelho. O casaco envelhecido e o lenço azulado no pescoço provocam um sentimento de nostalgia e a fragilidade do artista. A falta de expressão nos olhos, de órbitas vazias geram um clima melancólico e prenunciam um abandono da vida, da realidade.
Este é o seu único auto-retrato realizado em pintura.

 
Amedeo Modigliani