GESTO CÓSMICO, 1950
ÓLEO S/ PRANCHA DE FIBRA, 81,0 x 100,4 cm
DOAÇÃO MAM-SP
 
Os signos pictóricos desenvolvidos pelo artista em sua obra a partir da década de 50, emergem da tela como seres primitivos que povoam a imaginação, de forma estilizada. Como se fosse a mão de uma criança que pela primeira vez tem contato com materiais de pintura, o equilíbrio adquirido na composição do artista apresenta-se a partir de formas irregulares distribuídas sobre um fundo cinza-azulado, onde sobressaem os pretos e brancos em diálogo direto com as cores primitivas. 
Podendo fazer analogias diretas aos trabalhos de Juan Miró, que os executou sobre a vertente do automatismo Surrealista, do qual Baumeister será um dos herdeiros, trabalhando principalmente nas experiências do Construtivismo.
 
 
 
WILLI BAUMEISTER