Pouco acessível entre nós, a produção artística contemporânea da China vem ganhando destaque significativo no cenário internacional nas últimas décadas. É nesta perspectiva que interessou ao MAC USP abrigar a mostra Comunidade de gostos: arte contemporânea chinesa desde 2000 . A apresentação da nova arte chinesa nesta exposição revela outras facetas daquele país, para além de seu papel inconteste como um dos protagonistas da economia contemporânea na sociedade de consumo globalizada.

Nos trabalhos apresentados, a possibilidade de ver além da figuração previsível do realismo socialista é a marca dos mais jovens artistas que, ao contrário das gerações anteriores formadas nos meios mais tradicionais da pintura de traços acadêmicos, se voltam para as investigações de outras linguagens. Assim, a exposição apresenta de maneira ampla e bastante compreensiva as vertentes da produção artística chinesa contemporânea, englobando fotografias, instalações e pinturas.

Em Comunidade de gostos estão representados os mais reconhecidos artistas chineses contemporâneos, como os pintores Lao Jiang, Wang Yin, além dos artistas e fotógrafos Cao Fei e Dong Wensheng, permitindo que o público de São Paulo entre em contato com o que de mais instigante se produz em termos de arte na China de hoje.

Por colaborar para o estreitando os laços entre países e continentes tão distantes, o MAC USP agradece ao Ibéria Center for the Arts, instituição acadêmica espanhola responsável pela organização internacional desta mostra.